Os benefícios da meditação e o Ho'oponopono



Quando pensamos em melhorar nossas vidas através do Ho’oponopono, pensamos na purificação de memórias. Para isso, repetimos as 4 frases ensinadas pelo Dr. Len durante os momentos em que situações que nos incomodam acontecem ou, como Joe Vitale cita em seus livros, podemos repeti-las o tempo todo.

Repetir as 4 frases nos permite entrar em um estado de meditação, pois nos tornamos conscientes do momento presente e não permitimos que nossos pensamentos assumam o controle dos nossos sentimentos.

As 4 frases funcionam, portanto, como uma espécie de bloqueio para pensamentos negativos e como uma forma de reforçarmos nossa confiança de que a situação que está nos incomodando irá se alterar.

E ela, de forma muito impressionante, acaba realmente se alterando.

Acredito que as 4 frases funcionam como um exercício mental para o que Buda chamou de os 4 esforços corretos: o esforço de nos livrarmos de pensamentos negativos quando surgem, o esforço de evitarmos o surgimento de novos pensamentos negativos, o esforço de cultivarmos bons pensamentos que temos e o esforço de aumentarmos sua ocorrência.

Parece simples? E pode ser, desde que tenhamos a atenção para reconhecermos que pensamentos negativos estão surgindo em nossas mentes para que possamos agir imediatamente. O grande problema é que, muitas vezes, nos deixamos envolver por esses pensamentos que incitam emoções negativas e perdemos o controle.

É claro que para o Ho’oponopono, mesmo depois de vivenciarmos uma situação em que perdemos o controle, podemos ainda purificar as memórias geradoras dessa situação. Mas acredito que nossas vidas seriam muito melhores se conseguíssemos nos atentar para esses pensamentos imediatamente e agir em seguida, permitindo que as memórias sejam purificadas e mantendo a paz e o equilíbrio interiores.

E para isso é necessário que tenhamos consciência do momento presente. Seremos testados constantemente pelas pessoas que convivemos e os locais que habitamos. Não existe existência neste mundo sem problemas ou dificuldades. Mas quando reconhecemos imediatamente os pensamentos que esses problemas ou dificuldades geram, podemos purificar as memórias e evitar que sentimentos de baixa vibração cheguem até nós. Podemos passar por situações difíceis (e vamos passar, com certeza), mas não precisamos gerar pensamentos negativos relacionados a elas que irão alimentar sentimentos como medo, raiva, angústia, ansiedade etc.

A meditação nos auxilia a manter nosso foco no momento presente. E para realiza-la diariamente podemos focar em nossa respiração. Um exercício interessante sugerido pela tradição tibetana é focar em 21 respirações sem se distrair. Jetsunma Tenzim Palmo, monja tibetana dá a seguinte orientação em seu excelente livro No coração da vida: “Os pensamentos não são o problema. Seguir e identificar-se com os pensamentos é o problema. Pensamentos podem ser como um rio e nós, muitas vezes, ficamos no meio desse rio, sendo jogados para cima e para baixo. Tomar consciência dos pensamentos é uma forma de sair desse rio. Quando sai da corrente do rio, você pode concentrar sua atenção no que está em primeiro plano: na respiração, na entrada e na saída do ar, especialmente na expiração. Você pode contar um enquanto inspira, dois quando expira. Se, por acaso, você pular de volta no rio e for arrastado, vá para a margem e comece de novo.”

Realizar essa simples meditação de contar 21 respirações (no total, 21 inspirações e 21 expirações) nos auxilia a manter o foco no que está acontecendo ao nosso redor no presente e de quais os pensamentos estão surgindo na nossa mente. E, a partir daí, podemos agir purificando esses pensamentos com as frases do Ho’oponopono, alterando como nos sentimos e a situação em si.

Muita luz!


290 visualizações

E-mail para contato: hooponopono.anjos@gmail.com