A Tigela de Luz - uma parábola havaiana



“Cada criança, ao nascer, recebe uma Tigela repleta de Luz. Se a criança se voltar para a sua Luz ela crescerá forte e será capaz de fazer o que quiser, nadar com os tubarões, voar com os pássaros, conhecer e entender todas as coisas. Mas, se ela se tornar invejosa ou ciumenta, ela colocará uma pedra em sua Tigela e um pouco da Luz irá desaparecer. Luz e pedra não conseguem estar no mesmo lugar. Se a criança continuar a colocar pedras em sua Tigela de Luz, a Luz irá se apagar e a criança se tornará pedra. Uma pedra não cresce, não se move. Mas se em algum momento a criança se cansar de ser pedra, tudo que ela precisa fazer é virar sua Tigela de cabeça para baixo e as pedras irão se espalhar e a Luz irá crescer mais uma vez.”

Pali Jae Lee

Essa é uma parábola de Moloka’i que ilustra o que ocorre com a conexão que existe entre nós e a Divindade ao longo de nossa criação, através das relações que estabelecemos.

Nascemos como a tigela: repletos de luz.

Mas pedras são colocadas em nossa Tigela, originárias de conflitos, acidentes e traumas.

Muitas vezes nossas pedras são originárias por uma crença de que não somos amados pelos pais que, em sua condição de portadores de suas próprias Tigelas repletas de pedras, não conseguiram manifestar seu amor por nós.

Uma vez que nossa Tigela está repleta de pedras, deixamos de ser livres. As experiências que vivenciamos passam a ser cada vez menos o reflexo de nossa natureza Divina e mais e mais a repetição de padrões gerados por situações que estão armazenadas em nossa mente subconsciente (Unihipili).

Também é importante observarmos a diferença entre a luz e a pedra. Enquanto a primeira traz leveza, a segunda traz peso. Como vivemos nossas vidas pode nos dar indício do que há em maior quantidade em nossas Tigelas, luz ou pedras.

Mas podemos ficar tranquilos caso haja mais pedras. A parábola nos ensina que voltar a ter uma Tigela repleta de Luz é uma escolha, pois a Luz jamais nos abandonou. Ela foi coberta pelas pedras, mas ainda está lá, aguardando nossa decisão de removê-las.

É por esse motivo que a relação entre a mente subconsciente e a mente consciente é tão importante. A primeira é Unihipili ou a nossa criança interior. Ela armazena todas as pedras, ou seja, nossas memórias. A mente consciente é Uhane, ou a mãe. Ela percebe o mundo e o analisa. Sua função principal é nos manter vivos, e é ela que deverá tomar a decisão de não vivenciarmos mais situações que estão ocorrendo repetidamente em nossas vidas. Portanto, o trabalho de Uhane é escolher entre vivermos o que já estamos habituados (por mais difíceis que sejam, são situações “conhecidas”) e vivenciarmos o novo, virando nossa Tigela e tirando todas as pedras, para acessarmos nossa Luz.

Para o Ho'oponopono, quando acessamos essa Luz estamos em Zero.

Em seu livro “Opening the Aloha Mind”, a autora Dr. Jim Nourse, ressalta: “Quando estamos em zero, não percebemos nenhuma situação ou pessoa como um problema. O mundo é perfeito da forma que ele se apresenta no momento. Quando estamos em zero, não sentimos qualquer conflito ou compulsão. Se alguma situação requer ação, a ação flui naturalmente através de nós.”

Para retirar essas pedras, o Ho'oponopono nos ensina a repetir as 4 frases: eu sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato. E também aprendemos orações e meditações que podem ser utilizadas sempre.

Hoje compartilho a Oração do Criador para que seja mais uma ferramenta de limpeza e retirada de pedras para que todos nós possamos cada vez mais acessar nossa luz.

Aloha!

Oração ao Criador

Divino Criador Pai, Mãe, Filho, todos em Um,

Se eu, minha família, meus parentes e antepassados

Ofendemos tua família, parentes e antepassados

Em pensamentos, palavras, fatos ou ações

Desde o inicio de nossa criação até o presente;

Nós pedimos teu perdão

Deixe que isto se limpe, purifique, libere

E corte todas as memórias, bloqueios, energias e vibrações negativas

Transmuta essas energias indesejáveis em pura luz. E assim é.

Para limpar meu subconsciente

De toda a carga emocional armazenado nele,

Digo uma e outra vez durante meu dia

As palavras chaves do Hooponopono

Eu sinto muito, me perdoa, obrigado, eu te amo.

Me declaro em paz com todas as pessoas da Terra

E com quem tenho dívidas pendentes

Por esse instante em seu tempo

Por tudo o que não me agrada de minha presente vida

Eu sinto muito, me perdoa, obrigado, eu te amo.

Eu libero todos aqueles de quem acredito

Estar recebendo danos e mal tratos

Porque simplesmente me devolvem

O que eu os fiz antes

Em alguma vida passada

Eu sinto muito, me perdoa, obrigado, eu te amo.

Ainda que me seja difícil perdoar alguém

Eu sou quem pede perdão a esse alguém agora

Por esse instante em todo tempo

Por tudo o que não me agrada de minha vida presente

Eu sinto muito, me perdoa, obrigado, eu te amo.

Por este espaço sagrado que habito dia a dia

E com o qual não me sinto confortável com isto

Eu sinto muito, me perdoa, obrigado, eu te amo.

Pelas difíceis relações das quais guardo somente lembranças ruins

Eu sinto muito, me perdoa, obrigado, eu te amo.

Por tudo o que não me agrada na minha vida presente

De minha vida passada, de meu trabalho

Ou o que está ao meu redor

Divindade, limpa em mim o que está contribuindo com minha escassez

Eu sinto muito, me perdoa, obrigado, eu te amo.

Se meu corpo físico experimenta

Ansiedade, preocupação, culpa, medo, tristeza, dor...

Pronuncio e penso: minhas memórias, eu te amo

Estou agradecida pela oportunidade de libertá-los a voces e a mim

Eu sinto muito, me perdoa, obrigado, eu te amo.

Neste momento afirmo que ...eu te amo.

Penso em minha saúde emocional

E na de todos os meus seres amados...te amo

Para minhas necessidades e para aprender a esperar sem ansiedade, sem medo

Reconheço as memórias aqui.....sinto muito, te amo.

Minha contribuição para a cura da Terra

Amada Mãe Terra, que és quem Eu sou

Se eu, minha família, meus parentes e antepassados

Te maltratamos com pensamentos, palavras, fatos e ações

Desde o inicio de nossa Criação até o presente

Eu peço teu perdão

Deixa que isto se limpe, purifique, libere e corte todas

as memórias, bloqueios, energias e vibrações negativas.

Transmuta estas energias indesejáveis em pura luz. E assim é.

Para concluir, faço de teu conhecimento

Que este áudio é minha contribuição

À tua saúde emocional

Que é a mesma minha

Então esteja bem.

E na medida que tu vais te curando, eu te digo que

Eu sinto muito pelas memórias de dor que comparto contigo.

Te peço perdão por unir meu caminho a ti para curar

Te dou as graças porque estás aqui por mim

E eu te amo por ser quem és.

#TigeladeLuz #ParábolaHooponopono

117 visualizações

E-mail para contato: hooponopono.anjos@gmail.com