Desafio da Semana - Só para mulheres​



Nesta semana celebramos o Dia Internacional da Mulher. Um dia para nos conectarmos com a energia sagrada do feminino e entendermos onde está o nosso verdadeiro poder.

Eu não acredito que ele esteja em disputar ou competir com homens, mas de nos reconhecer como "curandeiras" do mundo. Mulheres, ao longo de sua história, cuidam e curam seus filhos, maridos, amigas e, até mesmo desconhecidos.

A imagem da bruxa em seu caldeirão me remete à mulher que conhece os segredos da Natureza e prepara alimentos, chás e infusões para machucados, dores e medos.


Acredito que muito ganhamos com as conquistas femininas, mas sinto também uma perda por não estarmos mais conectadas com essa energia, com essa capacidade de amar e cuidar do outro.

O meu caso, por exemplo. Observo a Lua e procuro acompanhar seus ciclos e observar como sua energia interfere em minha vida, mas muitas vezes me distraio com tudo que preciso fazer e me desconecto totalmente. Também não sei cozinhar, o que significa que desconheço os segredos do alimento e o quanto ele pode nutrir uma alma, assim como o corpo.

Não me julgo ou condeno. Busco minha energia feminina nos textos que escrevo e espero que possam alimentar tanto quanto (ou talvez um pouco menos) como uma saborosa sopa de legumes preparada com carinho por uma mãe.

O que importa, afinal, é trazer o elemento que mais falta no mundo em qualquer coisa que fazemos - Amor. Acredito que somos também as guardiãs dessa emoção e compartilhá-la com o mundo é uma de nossas tarefas.

Mas para isso, precisamos nos alimentar desse Amor. Precisamos tê-lo conosco e nos sentir amadas para compartilhá-lo.

E nos sentirmos amadas não tem nada a ver com encontrar alguém que faça isso por nós ou esperar que o outro nos preencha. Nós, mulheres, já estamos conectadas com esse sentimento e somos fonte dele. Mas muitas vezes perdemos essa conexão pela forma que somos criadas ou das crenças que criamos sobre o que deveríamos fazer para recebermos Amor.


O Desafio dessa semana, portanto, tem como objetivo homenagear cada mulher nesta página, guiando-a para a verdadeira fonte de Amor: ela mesma.

Diariamente, iremos realizar alguns exercícios a partir das sugestões dadas pela mestra Louise L. Hay em seu livro Mirror Work. A cada dia um exercício, uma meditação e uma reflexão para voltarmos para nós mesmas e (re)descobrirmos a nossa fonte de Amor.

Vamos caminhar juntas e fortalecer o Amor que sentimos por nós mesmas. E no dia 8, participe comigo de um Círculo de Mulheres virtual em meu grupo no Facebook. Se você ainda não faz parte dele, você pode acessá-lo aqui.

Em breve o exercício e a meditação para hoje.

Muita luz!

Aloha!


0 visualização

E-mail para contato: hooponopono.anjos@gmail.com